Você não aguenta mais acessar diariamente as mídias sociais e ver dezenas de clickbaits tentando sequestrar o seu click?! Você pensa diferente e acha que conteúdo tem que ter qualidade?!? Pois então vem com a gente neste artigo que aponta caminhos diferentes

Você já deve ter lido e ouvido muito por aí sobre o teste A/B. No universo do Marketing Digital este é um conceito bem disseminado. Quer implantar uma nova ideia, um novo recurso, quer ter conteúdo de qualidade, experimente!

Neste artigo, vamos procurar encurtar os caminhos e oferecer dicas de experientes profissionais do segmento. Escolhemos como tema um assunto que vem mobilizando quem atua ou quer se aprofundar nos meandros do mercado de Afiliados: o conteúdo de qualidade.

O que vamos te mostrar neste artigo
*O conteúdo de qualidade deve vir antes do produto que quer vender
*Invista em conteúdo de qualidade. Esqueça o clickbait!
*Use a análise do público que acessa os seus canais a seu favor. Conheça que acessa os seus canais!
*Antes de fazer qualquer coisa, pesquise o que o público quer e procura!
*Invista em conteúdos de qualidade mais profundos. Eles atraem mais público!

Como afirma Bruno Torres, gerente geral de Marketing Online no UOL, “o mercado de Afiliados é movido por conteúdo”. Ok, concordamos, mas nem sempre os publishers levam isso a sério. Um exemplo é a proliferação de clickbaits que, por meio de mensagens sensacionalistas, tentam sequestrar nossos clicks para aumentar o tráfego e, consequentemente, a receita do site/blog. É aquele espertão que posta coisas do tipo “O mundo vai acabar na quinta. Clique aqui e veja como se proteger!”.


Bruno Torres, gerente geral de Marketing Online no UOL: “o mercado de Afiliados é movido por conteúdo”

Fundador do Portal Canaltech, um dos maiores portais de notícias de tecnologia do Brasil, Domingos Hypolito alerta que estratégias virais como estas atraem o público, mas não necessariamente o retém. “É preciso ter conteúdo de qualidade”, ressalta.

Vinicius Tavares, CEO do Legião de Herois, um dos maiores portais de cultura pop do Brasil, acrescenta mais um elemento. “O conteúdo nos meios digitais gira em torno, também, da credibilidade”.

Autor do livro "A arte de escrever para a web & produzir conteúdos poderosos", Paulo Maccedo recorda uma passagem do início da sua carreira nos negócios digitais que dá a dimensão da importância do tema que estamos abordando. “Eu trabalhava com vendas e decidi criar um site. Um webdesigner contou uma grana alta. Eu mantive este site cerca de um ano e meio e só tive prejuízo. O motivo é que eu não criei conteúdo”, relembra.



Paulo Maccedo: “Eu trabalhava com vendas e decidi criar um site. Um webdesigner contou uma grana alta. Eu mantive este site cerca de um ano e meio e só tive prejuízo. O motivo é que eu não criei conteúdo”

Separamos algumas dicas destes especialistas e profissionais do segmento para aplicar imediatamente nos seus projetos digitais.

*Apresente primeiro o conteúdo e, depois, o produto
Já concluímos que conteúdo de qualidade é a grande vantagem competitiva que o seu projeto digital tem a oferecer. Então anote esta primeira dica de Ramon Vailatti, especialista em Marketing de CPA e fundador da C2 CPA Network: “Jogar o cliente direto para o produto é muito frio. O ideal é direcioná-lo para conteúdo que fale sobre o produto e, depois, impulsionar a venda”.

*Esqueça o clickbait. Invista em conteúdo de qualidade
Todos nós sabemos que uma manchete sensacionalista provoca o irresistível desejo de clicar para ver o que é. Em princípio, a estratégia parece que deu certo, mas, como destaca Domingos Hypolito, dificilmente você vai manter o público sempre interessado. Se ele foi enganado uma vez, por que seria novamente? O produtor de conteúdo Paulo Maccedo observa: “Conteúdo de qualidade atrai a atenção, gera leads e bons negócios”.

*Faça a análise do público que acessa os seus canais
É preciso saber usar as análises do público que frequenta seu site/blog/mídias sociais para adaptar o conteúdo aos perfis que quer atingir. Vale a pena refletir sobre a experiência do Portal Legião de Herois. “No portal somos mais jornalísticos, sérios. Já no Youtube somos mais escrachados. Montamos a estratégia com base na avaliação do público que acessa os canais. Use as análises a seu favor”, aponta Vinicius Tavares.

Vinicius Tavares destaca que o ideal é adaptar a estratégia de conteúdo de acordo com o canal. “No portal somos mais jornalísticos, sérios. Já no Youtube somos mais escrachados. Montamos a estratégia com base na avaliação do público que acessa os canais. Use as análises a seu favor”

*Entregue o que as pessoas estão precisando ou procurando
As análises são essenciais, também, para você definir exatamente o conteúdo que o público tem maior interesse. Já citamos, mas é bom sempre recordar: conteúdo de qualidade gera maior tráfego e, consequentemente, mais interesse e vendas. Josie Conti, criadora de projetos como o site “CONTI outra”, dá a dica:

“Tem que entregar algo que ele, o leitor, está precisando ou procurando”, destaca Josie Conti, do site “CONTI Outra”


*Conteúdos profundos atraem mais público
Os conteúdos mais longos e profundos, o Hard Content, atraem e engajam mais o público, ressalta Paulo Maccedo. O princípio vale para quem quer converter e vender mais, pois “quanto mais você conta, mais você vende”. Invista, portanto, em textos de qualidade, com muitas informações e o máximo de aprofundamento possível no tema que quer abordar para atrair o público.